We Can Do It!

Nós mulheres, temos o poder que conta desde a sensualidade, a feminilidade até as responsabilidades fáceis e até as mais pesadas, e quem ousa dizer que não podemos? Podemos sim, nós temos direito e o livre arbítrio de fazer várias coisas, principalmente se quisermos adquirir alguma coisa que a sociedade impõe e diz que é para homens, para mim essa época já acabou, nós mulheres somos capazes de fazer várias coisas iguais ao do sexo masculino, e ninguém pode impedir isso. Mesmo sabendo que alguns blogs já citaram esse assunto, como o da Julie, irei fazer o meu, porque para mim esse tema é um dos meus prediletos em relação ao poder que as mulheres exercem na sociedade desde antigamente, no tempo de nossas maravilhosas musas pin-ups!


Se você é pin-up ou é um admirador da estética, com certeza já deve ter ouvido falar sobre um poster de uma mulher dando "banana", que é essa logo acima, a famosa Rosie the Riveter, que foi um ícone cultural dos Estados Unidos considerado feminista, que representaram as mulheres americanas que trabalhavam em fábricas durante a Segunda Guerra Mundial, produzindo munições, material de guerra entre outras coisas, enquanto os homens estavam nas forças armadas.
Para entender melhor o por que do termo Rosie the Riveter: ele foi usado pela primeira vez em 1942 em uma canção de mesmo nome escrito por Redd Evans e John Jacob Loeb, depois disso, vários outros artistas a gravaram novamente, incluindo o popular big band líder Kay Kyser, e se tornou um hit nacional, a música retratava Rosie como uma incansável e competente operária da guerra, fazendo a sua parte para ajudar os americanos na guerra. Logo depois, a publicação de posters e cartazes ajudaram na divulgação para que as mulheres contribuíssem mais ajudando no trabalho pela nação, e contavam com várias vagas a serem preenchidas pelas. Elas pertenciam à WOW - Women Ordinance Workers e serviram bravamente ao esforço de guerra.

Geraldine Hoff Doyle, a modelo que inspirou a fotografia do We Can Do It!

E Rosie Monroe, a verdadeira mulher que incentivou mulheres para trabalhar  e ajudar na guerra.

A marca registrada das operárias, foi a bandana vermelha amarrada com um laço virado para cima na cabeça (como mostra a primeira figura), e também blusas de golinha com botões e calça de cintura alta.

Abaixo deixo com vocês, algumas fotos das operárias em seus diversos trabalhos, e digo com clara certeza, que mesmo elas 'pegando pesado' no trabalho, elas continuam com a mesma elegância, sensualidade, personalidade, e com atitude de sobra. Ah, como as adimiro 












E um maravilhoso vídeo sobre as Rosie's, vale a pena assistir!


5 comentários:

  1. OMG, meu amor :)
    Parabéns viiu, já vamos enviar ;)

    Chêrinhos ♥

    ResponderExcluir
  2. Ser pin up é o q há!
    O blog tá lindooo!

    Bjuxxx

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pelos comments babygirls!

    E Cris, ok, aguardo pela belíssima saia do blog perfeito.
    xoxo

    ResponderExcluir
  4. Adoro seu blog!!

    Posso te convidar para ver o meu?

    http://euquerosermarilynmonroe.blogspot.com/

    bj!

    ResponderExcluir