Laís Entrevista

Olá babies, hoje publico um nova coluna para vocês: Laís Entrevista, que irá ter uma vez por mês. Irá funcionar da seguinte forma: Primeiramente escolho a pin-up que será entrevistada e faço-lhes perguntas sobre respeito de sua pin-up lifestyle, tudo muito simples :) Espero que gostem e apreciem as nossas pin-ups brasileiras e seus encantos únicos.
E hoje, Laís Entrevista: 
Paola Allebrand


Eis as perguntinhas:
Como, e o que é ser pin-up, para você?
Ser pin-up é ter feminilidade a flor da pele com uma bela pitada de sensualidade, leveza no olhar, atitude e coragem também são fundamentais. Gosto do jeito a la Françês, gosto de tudo com cheiro de gaveta velha, ferrugem e naftalina, tem que ter paixão pelo antigo sem mais nem menos.

O que a levou a ser pin-up?
O estilo das roupas, a ideologia feminina, o poder de seduzir sem ser vulgar, as fotos e o portar-se como uma garota antiga sem ser uma. A diversão do ser mulher sem perder o eu de garotinha, lingeries tão sensuais com sorriso de marota, olhar vago e infantil, tudo isso me fascina.

Qual a sua maior inspiração?
Comecei por pesquisas, saber o que é ser pin-up, desobri artistas famosas como a Marilyn que sempre amei, a Bettie Page e conheci gente como a gente. Conheci a linda Genise Strapasson e a partir dessa convivência comecei a ter amor pelo estilo, hoje tem a Charllote e a Dixie que me inspiram também e outras mais por ai.


Na hora de se produzir, o que não pode faltar na maquiagem e na roupa? E qual é a sua maior dificuldade?

- Na maquiagem, delineador, blush, rímel e batom vermelho, nas roupas muitos lações que amo. Minha maior dificuldade é achar roupa que sirva ou alguém que faça e que fique bom.


Você já sofreu algum preconceito, por ser uma pin-up ou algum outro? Se sim, o que você tem a dizer para eles?
- Já sofri preconceito, por ser uma pin-up gordnha, dizem que nunca viu uma pin-up gorda, mas eu digo que pin-up não pode é ser magrela, pois tem que ter curvas mesmo que sobrem algumas, pois até Marilyn tinha sobrinhas e celulites, como ela já teve também a época da melhor forma também, já me disseram que minhas fotos eram vulgares e tudo mais do gênero, aí eu respondo, vulgar?? A não baby, vulgar é se vestir como essas funkeiras mulheres frutas isso é ser vulgar eu tenho carne sobrando mas eu sei que sou sensual...risos.
Qual é o seu artista favorito? Porque?
- Gil Evlgren, por que a maioria dos desenhos dele trazem as pin-ups como se fosse num dia a dia.

Qual estilo musical e bandas que você mais ouve? E o que você pode nos indicar?
- Gosto de rockabilly, folk, boogie woogie, doo wop, psycho billy e até um punk rock, amo Elvis Presley, Johnny Cash, Jerry Lee Lewis, Chuck Berry, Hill Billy Hawride, Stray Catsm June Carter e amo umas bandas fora um pouco do meu estilo também não sou bitolada, como Pelebrói não sei. Os marlenes, Giovani Caruso e o escambau que são bandas curitibanas, em relação a música gosto de muita coisa mais muita mesmo.
___________________________________________________________

Bem, a entrevista fica por aqui :D E quero muito agradecer a Paola, pela belíssima entrevista, e ensinar aos outros preconceituoso que todas nós pin-up girls, sabemos ser sensual, sem ser vulgar, e é claro, dizer também que ela é muito linda, e que essas fotos esbanjam muita sensualidade e paixão pelo que somos. 
Parabéns Paola.
Agora, vamos seguir com as maravilhosíssimas fotos do ensaio de Paola e me digam o que acharam ♥ Linda, não é mesmo?








Cherry Pie

A Cherry Pie é um loja de acessórios e roupas no estilo e formato/corte retrô, com referências na moda romântica, vintage, 50´s e pin-up, e claro, de altíssima qualidade. Muitos vestidos, saias, corsets, lingeries, blusas, bolsas, presilhas, flores para o cabelo entre muitos outros acessórios.









A loja sempre esta mudando a vitrine com itens luxuosos e que chamam muita atenção, é impossível não passar em frente a loja e não dar aquela vontade de entrar e comprar tudo! É uma perfeição, mas infelizmente ainda não tive o imenso privilégio e prazer de ir nessa loja, pois moro muito longe, mais espero ir um dia :) Parabéns pela loja, meninas!

O site: Cherry Pie (aqui)
A loja se localiza na: Galeria Ouro Fino Rua Augusta, nº 2.690,- Térreo - Loja 119 - São Paulo/Sp
Tel:(11) 3061-2739
E-mail para contato: contato@cherrypie.com.br




Sailor Girls

A temática Sailor/Navy no mundo pin-up sempre foi a minha preferida! Não é atoa que a minha primeira tatuagem foi de âncora, e já estou pensando em outras no estilo Old School de Sailor Jerry pra fazer de novo. Abaixo eu conto um pouco da história de como surgiu esse 'subgênero', e do porque as mulheres no tempo de guerra se vestiam que nem os marinheiros.






Na Segunda Gerra Mundial, as Sailor Girls eram mulheres que vestiam roupas inspiradas nos uniformes do marinheiros, e para eles, além disso ser muito sensual e confortante nos tempos de guerra, servia de inspiração, já que era um incentivo a mais para eles irem pra guerra e continuarem com esperanças. Essas imagens ficaram tão famosas e se espalharam tanto, que o governo começou a usá-las para lembrar à população seus ideais, assim como fizeram também com uma as forças armadas, e suas lindas Army Pin-ups/Military Pin-ups.
























Atualmente a tendência navy continua em alta, tanto as pin-ups como qualquer outra pessoa pode se inspirar e criar looks com essa temática. Aposte muito nas cores: azul, vermelho, preto e branco, e também nas listras horizontais e nas imagens que lembram e simbolizavam a marinha, como as lindas âncoras, cordas, timões e um lacinho no pescoço com um lenço também vale!

E para fechar, um clipe da Christina Aguilera: Candy man, que tem tanto o Sailor como o Militar, assistam e inspirem-se nos looks lindos! (Obrigada pela ideia, Mademoiselle)