Let's go, cheerleaders!

Tem um assunto que eu sou fascinada e nunca postei aqui no blog. Não sei se já comentei, mas meu sonho quando eu era (um pouco) mais nova, era ser uma cheerleader (Líder de torcida). Acho lindo aquele uniforme que elas usam: saia curta (hoje em dia, porque antigamente era até o joelho) de cintura alta com pregas, e uma blusinha com um decote V discreto, sem contar nas piruetas e todos aqueles super passos sincronizados. Mas tenho que confessar que ainda sou viciada em tudo que seja relacionado à isso, eu ainda amo muito, e se eu pudesse, sem dúvidas e sem pensar meia vez, eu seria uma cheerleader hehehe :) Mas comecei a gostar mais ainda quando vi o filme "Bring It On" (e todos os outros, que são 4 se não me engano). A história é voltada especialmente para as cheerleades, que no filme estavam se preparando para competir com outras rivais em um campeonato, é super legal, mostra o esforço que elas fazem para conseguir o que sempre sonharam, o trabalho em grupo, bem... apesar de ser de comédia para adolescentes, eu amei, vale super a pena assistir!





Para quem não sabe, ser cheerleader não é só um passatempo fútil, mas é considerado um esporte que exige muito esforço físico, disciplina e muita sincronia, não é fácil, e como é um esporte super divertido, hoje em dia é muito comum ver filmes americanos com cheerleaders, mas junto com elas, vem sempre o time de futebol hehe, é um combinação muito legal, pois sempre associamos um ao outro. 




O esporte surgiu em 1884, na universidade de Princeton, e acreditem ou não, só os homens participavam. Depois de algumas décadas, já estava se espalhando rapidamente entre outras universidades, em seguida, as mulheres começaram a se interessar e começaram a aderir ao "novo" esporte que estava sempre presente em jogos de futebol, basquete e entre outros. Porém, nos anos 80 e 90, devido aos filmes da época, o esporte era associado com meninas fúteis e burras, e somente em 2000, com o lançamento do filme que já citei acima, "Bring It On", começou a ser encarado de forma mais séria e atlética.





Em 1997, com o crescimento do interesse das pessoas, a ESPN, que é uma rede de TV dedicada 24 horas somente à esportes, passou a transmitir competições de cheerleading nos Estados Unidos. E com o grande número de pessoas praticando o esporte, começou a surgir várias modalidades e categorias, cada uma de acordo com o gosto e a vontade de cada uma das cheerleaders!



E para quem gosta de série, tem a Hellcats que é direcionado somente para as cheerleaders :)


Separei uns dos meus vídeos preferidos de Cheeleader Competition. Espero que gostem!





6 comentários:

  1. Bonito, interessante e super capricHAdo...

    JOPZ

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post!! acho que todas as meninas ja sonharam em ser líder de torcida, pois é lindo.
    atée, bjs

    ResponderExcluir
  3. Adorei , tambem sempre achei muito legal essa coisa de lider de torcida .Parabens

    ResponderExcluir
  4. Oi Laís,

    Eu tentei achar um e-mail de contato, mas não encontrei e resolvi falar contigo por aqui mesmo. Meu nome é Cheesecake, sou pin up e estou lançando um Curso de Striptease, aqui em São Paulo. Gostaria de bolar uma parceria contigo, gostaria de saber como consigo uma pauta no seu blog.

    Aqui tem uma nota no curso pra você saber mais:

    http://colunas.epocasp.globo.com/sexonacidade/2011/09/02/cheesecake-ensina-a-arte-do-striptease-em-sao-paulo/

    Obrigada pela atenção,
    Beijos,
    X.

    ResponderExcluir
  5. Esse blog tb é muito meu estilo. adorei. abraços

    ResponderExcluir
  6. Odrigada amore pela visita

    beijos

    http://soumagarota23.blogspot.com

    ResponderExcluir